31.12.08

Renuncio para ser livre

«Só se sabe querer bem, quem se sabe livrar de si.»
António Vieira, Sermões (XIV, 199)

Quem se sabe perdido de si.
Quem se sabe apenas achado no(s) outro(s).
Nada exigindo, no entanto.
Pois que só de livre vontade se é.

Boas Entradas para Todos.

10 comentários:

Paulo Feitais disse...

Livramo-nos de nós, merecendo-nos.
Quem cultiva o ego não se merece.
E merece-se quem ama.

beijo grande!

um 2009 pleno, pleno...

Anita Silva disse...

Paulo, meu Irmão.
Muito promete o que aí vem... estou certa que continuaremos juntos. Até...






(onde existir caminho. ou talvez não)

Um beijo.

Lapdrey disse...

Anita, deixo-te, a abrir o ano, a minha voz nas palavras sempre cortantes e pasmantes de António Maria Lisboa:

"O que nós amamos existe - o que nós detestamos oprime-nos".

E, com elas, um "bouquet" do que de melhor em mim porventura haja, padrão que lanço ao holograma de tudo na intersecção do nada, que apenas será alguma coisa sempre que encontre terra matricial, ventre fértil, mão aberta, olhar aceso que isso acolha e aceite como ocasião de dádiva e lugar de comunhão no que é o puro e eterno segredo, mistério e espanto do abismo de ser e da flor de estar vivo ...

Um beijo...

Anita Silva disse...

Amar. O que nos faz, teimosamente, crer que a vida jamais pode ser reduzida a mera ilusão... menos ainda, à sua própria negação.

De-testar. O grande teste que nos é dado passar. Até 'vermos' que só há uma opressão que vale a pena suportar, tal como a de nossa mãe, ao nascermos. A opressão que é, simultaneamente, causa e consequência do Amor.

De quem o vê, cega.
De quem o ouve, calado.

Anita Silva disse...

(talvez que seja esta a opressão que valha a pena, e também - por ser - a única que pode haver...)

Corpos que Soñan disse...

Me lembra a frase do mestre zen do século XII, Dogen: "Conhecer-se a si próprio é esquecer-se de si mesmo."

que así sexa!

Abrazo

Anita Silva disse...

Ricardo,
Que bom voltar a ver-te, aqui pela Ilha. :)
Sim, essa frase tem muito que ver com esta de Vieira.

Um abraço, compañero!

Sereia* disse...

Anita,

Obrigada pelo mergulho que deste no 'meu' Mar.

Que bonita esta partilha.
Vou levá-la com o coração. Queria muito pôr em prática esta estranha forma de se Ser, em 2009*

Perder-me de mim e encontrar-me no outro... Aí sim, quero estar e ser*

Deixo beijos...
e desejos de tudo o que não seja o que possa ser eu a desejar, mas tu mesma e, por isso, aqui os deixo :)

Um BOM ANO!

Iolanda Aldrei disse...

E partilhar ilhas...
Os melhores desejos e um grande abraço

Anita Silva disse...

Sereia,
o teu coração é puro, decerto, o conseguirás.

Um beijo enorme!...

Iolanda,
part-ilhar, eis um Verbo de excelência nesta nossa casa comum.
A Iolanda é-O... bem.

Um Abraço imenso.