5.11.08

Reino do Amor

Costuma-se dizer agora que «tudo é relativo».
E logo na minha cabeça oiço um grito:
Raios!
Mas como pode tudo
ter o mesmo valor?
Há o que seja sempre absoluto*...

L'Amour.

|*independente, livre, ilimitado, soberano.|

2 comentários:

nas asas de um anjo disse...

subscrevo!(",)

feliz descoberta a deste blog. vou linkar, pode ser?bj

Anita Silva disse...

Certamente que sim. ;)